24/06/2015 às 12h00 - Atualizado em 24/06/2015 às 12h00

Conpas realiza mais uma reunião em Brasília

A Comissão Nacional de Psicologia na Assistência Social do Conselho Federal de Psicologia (Conpas/CFP) realizou na última semana mais uma reunião ampliada, em Brasília, na sede da autarquia. A reunião contou com a participação de representantes de quatro regiões do Brasil e o debate durou dois dias.

No primeiro dia, os participantes concentraram-se em sugestões para alterações no regimento interno da Comissão. Já no segundo dia, divididos em pequenos grupos, eles puderam debater algumas proposições relativas à Conferência Nacional de Assistência Social, a judicialização na ótica da Psicologia, o aperfeiçoamento de algumas resoluções e outros temas referentes à mobilização da categoria.

A Psicologia e a Assistência Social já se preparam para a X Conferência Nacional de Assistência Social, cuja etapa nacional será em dezembro desse ano. A elaboração de um texto orientador relativo às propostas da conferência, que será divulgado para os conselhos regionais, foi o principal encaminhamento da discussão. A elaboração do documento é uma forma de envolver cada vez mais os profissionais da Psicologia nas discussões e etapas que antecedem a etapa nacional dessa Conferência. O tema da X edição da Conferência será “Consolidar o SUAS de vez rumo a 2026”. Além do documento, também será produzido um vídeo que irá auxiliar nessa mobilização dos (as) psicólogos (as) nos estados.soluções e outros temas referentes à mobilização da categoria.ião contou com a participação de representantes de quatro regiões do Brasil e o debate durou dois dias. sugestões para alterações no regimento interno da Comissão. Já no segundo dia, divididos em pequenos grupos, eles puderam debater algumas proposições relativas à Conferência Nacional de Assistência Social, a judicialização na ótica da Psicologia, o aperfeiçoamento de algumas resoluções e outros temas referentes à mobilização da categoria.

Outro ponto abordado durante a reunião foi a revisão da Resolução do CFP 007/2003, que trata da produção e elaboração de documentos psicológicos decorrentes do processo de avaliação psicológica. “Precisaremos de mais tempo para rediscutir os conceitos que envolvem a avaliação psicológica, percebendo como ela se dá em um contexto mais amplo, e aí sim, elaborar o contexto da revisão desse documento”, explica Enrico Braga, analista de Políticas Públicas e membro da Conpas.

A intenção é investir em um estudo para a categoria com o objetivo de conhecer melhor os documentos que hoje são produzidos, analisando suas características como formato e demandas, e dessa forma contribuir com a revisão da resolução 007/2003.

A Psicologia também quer dar suas contribuições ao Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) ligado ao Ministério do Desenvolvimento Social (MDS). Para isso, também debateu algumas contribuições para uma revisão das orientações técnicas do PAIF, que serão encaminhadas ao MDS até o mês de agosto.

Na avaliação de Enrico Braga, a reunião foi produtiva com deliberações que irão envolver toda a categoria. “Fizemos uma reunião que conseguiu preservar um modelo de discussão que envolva todo o sistema conselhos. Não foi uma discussão de um núcleo específico do CFP, e sim uma discussão que almeja repercutir para o sistema e para a categoria de uma forma ampla e transparente”, avaliou Enrico.

A Conpas volta a se reunir em agosto, quando será realizada sua Reunião Plena com a participação de todos os conselhos regionais de psicologia.

Participaram da reunião Carla Andréa Ribeiro, Enrico Martins Braga, Leovane Gregório, Meire Nunes Viana, Rogério de Oliveira Silva, Lurdes Perez Oberg, Geová Morais da Silva, Gardênia de Souza Furtado Lemos, Nilton Santos da Silva, Mônica de Vasconcellos Dias, Letícia Palheta, Vinícius Cesca, Wagner Saltorato e Igor Schutz dos Santos.